Urbanização vai impulsionar inclusão social na Comunidade do Dendê

25 de Abril de 2018

25

Situada numa das áreas mais tradicionais da Capital cearense, a Comunidade do Dendê, no bairro Edson Queiroz e compreendida pelas margens do Rio Cocó, passará por grandes reformas para impulsionar o potencial ali existente e garantir inclusão social. Na noite desta terça-feira (24), o secretário adjunto da Secretaria das Cidades, Marcílio Gomes, juntamente com o governador Camilo Santana e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, assinaram a ordem de serviço para a urbanização e saneamento da região, beneficiando mais de 2.830 famílias. Em parceria com o Governo Federal, através do Ministério das Cidades, o projeto recebe investimento total de R$ 25.998.497,71, integrando o programa Juntos Por Fortaleza, que engloba uma série de ações integradas entre a prefeitura e o Governo do Ceará.

“Essa área próxima do Parque do Cocó vai ter equipamentos de lazer, quadra de esportes para a comunidade do Dendê. Hoje estamos dando a ordem de serviço para obras que chegarão a R$ 26 milhões, mais da metade para urbanização de vias, reformar praças, padronizar calçadas. Mais de R$ 6 milhões para saneamento básico. Lembrando que entregaremos 1080 unidades habitacionais para tirar famílias das áreas de risco. Também está previsto em torno de R$ 6 milhões para a construção de uma avenida que vai ligar o Dendê ao Centro de Eventos. Vamos fazer também uma miniareninha. Tudo isso faz parte do projeto Juntos Por Fortaleza. Trabalhamos de mãos dadas, em contato com a população. Viva o Dendê e vamos ao trabalho”, disse o governador.

As obras a serem executadas são de drenagem e pavimentação de 70 vias e calçadas, construção de duas praças e reforma de uma, recuperação e melhorias de 497 unidades habitacionais, por meio da Secretaria das Cidades e do Departamento Estadual de Rodovias do Ceará (DER). Ações que recebem investimento de R$ 13.608.216,93, sendo R$ 12.927.806,08 da União e R$ 680.410,85 de contrapartida do Estado.

Também serão realizadas obras de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário e Abastecimento de Água, por meio da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). O empreendimento vai custar R$ 6.747.706,11 e consiste na ampliação e melhorias do sistema existente de abastecimento de água e implantação do sistema de esgotamento sanitário, beneficiando uma população de aproximadamente 8.500 pessoas.

Outra obra a ser realizada é a construção de uma avenida de 926 metros, que ligará a Comunidade do Dendê ao Centro de Eventos do Estado, no valor de R$ 5.642.574,67, com recursos da Secretaria do Meio Ambiente (Sema). A urbanização será de responsabilidade da Empresa Lomacon e Construção Ltda, e tem prazo de execução de 18 meses.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, lembrou que essas obras eram planos antigos destes gestores que hoje presenciam o início delas. “Posso antecipar que este é um marco historico para o Dendê. Vocês terão mais qualidade de vida, infraestrutura. O Camilo me apresentou esse projeto ainda quando ainda era secretário de Cidades e eu era presidente da Assembleia Legislativa. Hoje estamos testemunhando o início desta transformação. O investimento do Governo do Ceará vai fazer saneamento, que é saúde. Vai abrir ruas, nenhuma rua da cidade será tão chique quanto a rua do comércio daqui. Mais do que dinheiro envolvido, tem sensibilidade, boa vontade e respeito a essas pesaoas que tranto lutaram por essa conquista. Lembrando que até o fim de maio voltaremos aqui para inaugurar a UPA do Dendê”.

O garçom Kelvin de Lima, morador do Dendê, acompanhava o evento ao lado da filha, a pequena Júlia, e comemora a atenção que a comunidade está recebendo. “É uma maravilha, pois é algo que há muito tempo esperávamos. Muitas ruas daqui estão em situação precária. Com a urbano, vai fluir a mobilidade, vai trazer mais segurança. É uma alegria saber que as autoridades estão olhando para nós, buscando saber quais são os nossos problemas e o que pode ser feito para melhorar. É uma valorização 100% para o Dendé”.

Projeto Dendê

A intervenção faz parte do projeto Dendê, que abrange 37 hectares na Comunidade do Dendê, no Bairro Edson Queiroz. Concebido pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria das Cidades, em parceria com o Governo Federal, através do Ministério das Cidades – PAC1 e interveniência da Caixa Econômica, o projeto está orçado em R$ 108.202.556,12, sendo 73.344.796,64 da União e R$ 34.857.759,48 do Estado.

Os objetivos são atuar na inclusão social de famílias que moram nas Áreas de Preservação Permanente do Mangue do Cocó, em moradias improvisadas e com precárias condições de habitabilidade através do seu reassentamento em local adequado e dotado de infra-estrutura; desocupar a faixa de Proteção do Mangue do Cocó, na área de intervenção do Projeto; urbanizar áreas degradadas com a implantação de infraestrutura e abertura de ruas; e realizar a regularização fundiária de 2809 imóveis. O projeto beneficia 4.289 famílias.

Assessoria de Comunicação da Secretaria das Cidades

Karla Camila – coordenadora – comunicacao@cidades.ce.gov.br

Melissa Campos – melissa.campos@cidades.ce.gov.br

Patricia Marinho – patricia.marinho@cidades.ce.gov.br