Mais de 7 mil famílias são beneficiadas com a casa própria no Conjunto Habitacional Luiz Gonzaga, em Fortaleza

4 de novembro de 2019 - 10:25

“Mais de 15 anos de espera e uma luta que valeu a pena”, foi assim que a dona de casa Luziane Rodrigues da Silva resumiu o sentimento de estar entrando no apartamento 304 do Bloco 4 do residencial Luiz Gonzaga, localizado no bairro Ancuri, em Fortaleza. A pequena Safira, de três anos, comemorava no playground ao lado, enquanto a mãe celebrava a conquista da casa nova. “Meu filho mais velho era pequeno quando eu participei das primeiras reuniões. Depois de muito tempo agora é hora de comemorar a vitória”, afirmou.

Na manhã deste sábado (2), foi entregue o residencial, considerado o maior empreendimento do Programa Minha Casa Minha Vida – Entidades (PMCMV-E) do Brasil.

O Residencial Luiz Gonzaga conta com 1.760 unidades e foi construído por meio de parceria entre o Governo do Ceará, Prefeitura de Fortaleza e Governo Federal. Um investimento de R$ 130,65 milhões, sendo R$ 110,88 milhões do Governo Federal e R$ 19,77 milhões, do Governo do Ceará. A obra foi executada pela Secretaria das Cidades.

O projeto foi gerido pelas entidades comunitárias Cearah Periferia, Federação de Bairros e Favelas e Habitat para a Humanidade, desde a concepção até a sua administração. Os apartamentos têm 43 m², com sala, 2 quartos, banheiro e área de serviço, sendo o único do Brasil com varanda.

Para o governador Camilo Santana o momento foi de muita alegria. “É um dia histórico em que mais de 1700 famílias estão sendo beneficiadas e isso só foi possível graças à parceria com a Prefeitura e o Governo Federal. As entidades lideraram as reivindicações e agora tanto o Estado como a Prefeitura vão garantir os equipamentos públicos para essas famílias que moram aqui”. Camilo Santana destacou ainda que mais de 7 mil pessoas serão beneficiadas com o novo empreendimento.

São cinco blocos com jogo de equipamentos, em cada módulo tendo centro social, playground, campo de futebol, quadra poliesportiva e pista de skate. Além disso, obedece a critérios de acessibilidade, principalmente nos banheiros, com barra de proteção e cadeiras adaptadas para atender pessoas com mobilidade reduzida.

Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, destacou que o novo conjunto habitacional representa uma vitória da comunidade. “É uma política vitoriosa, porque garante moradia digna e, ao final, mais qualidade de vida para as famílias. Com a casa própria, as pessoas podem economizar, pois não vão mais pagar aluguel e podem investir na família, e quem está recebendo este apartamento está recebendo também o direito de ser feliz e começar uma vida nova. E esta política só se viabiliza com parceria. Até o final de 2020, só em Fortaleza, serão mais de 30 mil casas entregues”, afirmou. O prefeito anunciou ainda a construção de postos de saúde, escolas e equipamentos públicos para a comunidade.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canutto, afirmou que as famílias têm muito o que comemorar. “A gente vê a emoção das famílias e o trabalho em conjunto com o Estado e a Prefeitura permitiu que isso acontecesse e quem saiu ganhando foi o povo do Ceará”. Além da presença do governador, prefeito e ministro, a solenidade de entrega das unidades contou a participação de deputados federais, estaduais, vereadores, secretariado e lideranças comunitárias.

Para o gráfico Alexandre Gonçalves da Silva, “este momento é de agradecer por ter recebido a minha casa própria e agora aproveitar que vai sobrar dinheiro no fim do mês para investir em benefícios para a minha família e pensar no futuro da minha filha”.

O Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades foi criado em 2009. Ligado à Secretaria Nacional de Habitação, do Ministério do Desenvolvimento Regional, é dirigido a famílias cuja renda mensal bruta esteja limitada de R$ 1.800,00, admitindo-se renda de até R$ 2.350,00 para até 10% das famílias atendidas em cada empreendimento, organizadas sob a forma associativa.

Para participar do programa, as Entidades, devem estar previamente habilitadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e ficam responsáveis pela execução do empreendimento, juntamente com os beneficiários, a Comissão de Acompanhamento de Obras (CAO) e a Comissão de Representantes (CRE).

Até o final de 2019, o Governo do Ceará vai entregar mais 729 unidades habitacionais, sendo 317 no Residencial Alto da Paz, no Vicente Pinzón, em Fortaleza. Mais 412 unidades serão entregues no município de Quixeramobim, na região do Sertão Central do estado. Com o que foi entregue hoje (2), o Estado chegou ao total de mais de 36 mil famílias beneficiadas com unidades habitacionais de 2015 para cá.